Mais curiosidades sobre os Beatles do livro “As letras dos Beatles”

 

Continuando nosso post sobre Curiosidades sobre os Beatles encontradas no livro “As letras dos Beatles

1. John Lennon negou que Lucy in the Sky with diamonds fizesse referência a LDS

livro-as-lestras-dos-beatles-capa-cama

O rumor de que as iniciais da música indicassem algum envolvimento com LSD começou em 1967 e foi negado por John Lennon embora ele usasse LSD. A curiosidade dessa famosa música dos Beatles é que ela surgiu a partir de um desenho de Julian, filho de Lennon na época com 4 anos. Julian desenhou uma amiga da mesma idade no céu voando com diamantes.

2. All you need is love foi usada em um programa de TV exibido mundialmente em 1967

“All you need is love” foi usada pelos Beatles em sua participação em um programa de TV exibido para 26 países simultaneamente, o maior evento do tipo até 1967. A canção foi escolhida justamente por sua letra simples, parecendo um slogan e por sua mensagem. John Lennon teria dito que o título da música pode significar duas coisas: que o amor é tudo que importa, ou que o amor é tudo aquilo que nos falta.

3. A canção se chamava inicialmente Hey Julian

A canção inicialmente chamava-se Hey Julian, tendo sido escrita por Paul para o filho de John. Em certo momento John acreditou que a música tivesse sido escrita para ele encorajando-o a ir embora com Yoko Ono, por versos como: “You have found her now go and get her”. A gravação da faixa incluiu uma orquestra com 36 músicos clássicos além dos próprios Beatles.

livro-as-lestras-dos-beatles-pagina-interna-com-foto

4. Helter Skelter é o nome de um brinquedo de parque de diversões comum no Reino Unido

livro-as-lestras-dos-beatles-lombada-em-cima-da-cama-caneca

Helter Skelter. Paul a compôs depois de ler em um jornal que o The Who tinha produzido o som mais alto e sujo já feito. Com Helter Skelter, Paul McCartney queria provar que não compunha apenas baladas. Curiosidade dessa letra dos Beatles é que Helter Skelter é o nome de um brinquedo de parque de diversões comum no Reino Unido.

5. Don’t let me down revela um pouco da insegurança de John Lennon

livro-as-lestras-dos-beatles-contracapa

Dont let me down – Na letra dessa música dedicada a Yoko Ono, John Lennon se revela mais frágil e carente. No trecho “she done me so good” existe uma conotação sexual. Apesar disso a letra foca mais na preocupação de John em que as pessoas falhassem com ele.

6. Let it be surgiu de um sonho de Paul McCartney

Let it be – A música foi composta em por Paul entre 1969 e 1970, época em que os Beatles tinham fortes atritos entre sí. A letra surgiu de um sonho de Paul em que ele imaginou que sua mãe Mary estava lhe dizendo “Não se preocupe, tudo vai dar certo”. A música ainda associa a figura da mãe de Paul com a Virgem Maria (Mother Mary).

7. A travessia da capa de Abbey Road é um dos lugares mais fotografados de Londres

livro-as-lestras-dos-beatles-capa-caneca-beatles

Abbey Road – Foi o último álbum feito pelos Beatles, embora não o último a ser lançado. Foi composto sete anos após o primeiro álbum da banda. Nesse álbum George alcançou seu auge com canções como “Something” e “Here comes the sun”. O álbum foi composto em clima de harmonia apesar dos atritos que se arrastavam entre os Beatles desde Let it Be. A travessia onde foi fotografa a capa do álbum ainda hoje é um dos locais mais fotografados de Londres.

8. Come together chegou a ser banida pela BBC

livro-as-lestras-dos-beatles-capa-cama

Come together – John a compõs na mesma época de “Give peace a chance”. Curiosidade de Come Together é que ela é que se trata de uma música dos Beatles a pedido da campanha contra eleição de Ronald Reagan para o governo da Califórnia cujo slogan era “Come together – join the party”. A BBC baniu a música por um tempo pelo trecho que cita a Coca-cola. John se orgulhava da música embora admitisse que sua letra é ininteligível.

9. Here comes the sun foi composta durante um passeio no jardim de Eric Clapton

livro-as-lestras-dos-beatles-aberto-pagina-interna

Here comes the sun – George Harrison a compôs para Abbey Road um dia enquanto passeava por um jardim de Eric Clapton e compôs a música no violão de Clapton pensando que os problemas pelos quais passava logo sumiriam.

O trabalho de separar apenas algumas letras dos Beatles do livro “As letras dos Beatles” foi grande. É difícil fazer uma seleção de poucas curiosidades em um livro repleto e de poucas músicas em uma trajetória tão completa quanto a dos Beatles, acabei separando aqui as canções que mais ouví dos Beatles. Garanto que “As letras dos Beatles” de Hunter Davies é bem mais completo que esse post e me desculpo por eventualmente deixar de fora alguma música. Certamente vocês encontrarão essa música no livro.

Abraços

Compartilhar:

Seja a primeira a comentar

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked