Resenha: Confesse de Colleen Hoover

Capa do livro Confesse de Colleen Hoover

Sempre ouvi falar muito bem sobre os livros da Collen Hoover, e após, ler Confesse devo dizer que ela é ótima e que o livro me proporcionou uma leitura incrível e que dá vontade de sair recomendando para todo mundo.

Um dos protagonistas chama-se Owen, um jovem pintor que se inspira em confissões anônimas que são deixadas no seu ateliê para criar suas obras, o mais chocante é que as confissões que Hoover usa no livro são reais, fornecidas por seus leitores, e eu digo chocante, porque tem algumas que são realmente de arrepiar os cabelos.

Sou grata todos os dias que meu marido e seu irmão são exatamente iguais, isso significa que é pequena a chance de meu marido descobrir que nosso filho não é dele.

A outra protagonista é Auburn.  Adam foi o primeiro namorado e grande amor de Auburn, mas ele morreu aos 15 anos, e depois de se formar no colégio ela resolve se mudar para Dallas, para tentar colocar sua vida em ordem, mas lá ela se vê longe da família, em um emprego que não gosta e sem grandes perspectivas de futuro.

Páginas de livro com ramalhete de flores

Lombada do livro Confesse de Colleen Hoover

Como Auburn ganha muito pouco ela está em busca de um outro emprego para poder complementar  a renda e pagar um advogado – não posso falar o motivo do advogado, para não revelar o segredo de Auburn – e é aí que Owen aparece na hora perfeita na vida da garota.

Owen só abre seu ateliê uma vez por mês, e quem costumava ajuda-lo nesse dia é sua ex namorado, mas agora que eles terminaram ele vê em Auburn uma ótima solução de última hora. Claro, como todo romance, tem coisas que são previsíveis, como saber que Owen e Auburn vão acabar se envolvendo e que muitos problemas vão acontecer no meio do caminho para tentar atrapalhar a vida e a história dos dois.

O livro é narrado em primeira pessoa e os capítulos se intercalam entre o Owen e Auburn, fazendo com que a gente consiga conhecer melhor cada personagem e também as tragédias que fazem parte de suas vidas.

Contra capa do livro Confesse de Colleen Hoover

Apesar de eu ficar lá torcendo pelo romance dos dois personagens principais, durante a leitura eu criei uma ansiedade enorme para saber os segredos que cada um guardava e porque o passado e também o presente contribui tanto para afastá-los.

O segredo de Auburn, pode-se dizer que é mais leve, mas em nenhum momento eu previa aquilo. Mas quando ele veio à tona, não foi chocante, foi apenas ok. Já o segredo de Owen foi muito bem construído e guardado até o último minuto para ser revelado para os leitores.

Resenha do livro Confesse de Colleen Hoover

Confesse é uma leitura muito rápida, envolvente e por conta de algumas confissões que Colleen Hoover recebeu de seus leitores, ela se torna angustiante. A cada página eu me apaixonava mais por Owen e Auburn e confesso que estou morrendo de vontade de ler outros livros da autora.

Um detalhe que faz toda a diferença: no fim do livro tem algumas imagens de alguns quadros. Esses quadros foram pintados por Danny O’Connor que fez parceria com Collen Hoover e pintou algumas confissões que ela recebeu.

Recomendo essa leitura apaixonante.


Compartilhar:

Seja a primeira a comentar

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked