Resenha: Um tom mais escuro de magia

resumo - um tom mais escuro de magia

Gente, acabei de ler o livro “Um tom mais escuro de magia” da V. E. Schwab e eu estou apaixonada. O livro é faz parte de uma trilogia e eu já estou ansiosa para ler os próximos capítulos haha.

 

O livro fala sobre quatro mundos distintos, mas que possuem duas coisas em comum: uma cidade chamada Londres e magia, alguns com magia sobrando e outros com quase nada, mas ainda assim possuem um pouco.

 

As cidades de Londres são conhecidas como Londres Vermelha, Londres Branca, Londres Cinza e Londres Preta, e Kell, um dos últimos Antari vivos, consegue viajar por todas elas utilizando sua magia e levando mensagens de seus reis e rainhas e também aproveita para praticar seu hobby de contrabandear algumas coisas para ele mesmo.

sobre o livro - um tom mais escuro de magia

resumo do livro um tom mais escuro de magia

Se o vermelho era a cor da magia em equilíbrio, da harmonia entre o poder e a humanidade, o preto era a cor da magia desequilibrada, desordenada e sem limites.

A única Londres que Kell nunca visitava era a Preta, porque a magia naquela cidade ficou tão forte que tomou conta de tudo e ela ficou extremante perigosa, fazendo assim que as outras Londres colocassem portas para fecha-la, até aquele momento hehe.

 

Um dia Kell acaba cometendo um erro e contrabandeando um artefato da Londres Preta e aí a história começa a ficar realmente emocionante, pois, ele precisa descobrir um modo de devolver essa peça a seu mundo ou mesmo destruí-la sem que isso cause guerra e destruição.

 

Mas no meio do caminho Kell conhece Lila, uma jovem e ladra da Londres Cinza, que após salvar a vida de Kell ele resolve ceder as suas suplicas e leva-la para viajar pelos outros mundos.
Lila, depois de Kell, é minha personagem predileta. Ela é ladra, assassina, independente, sarcástica e aparentemente não tem medo de nada. Ela ao lado de Kell rende as melhores partes do livro.

livro um tom mais escuro de magia

resumo do livro - um tom mais escuro de magia

O que você é? – perguntou ele, maravilhado. Lila apenas deu de ombros. – Teimosa.

Holland é o outro Antari que faz parte da história. Enquanto Kell é da linda e acolhedora Londres Vermelha e é tratado como príncipe pelo povo e como um filho pelo rei e rainha, Holland pertence à sombria Londres Branca, governada pelos irmãos Dane. Astrid e Athos são gêmeos e governam a Londres Branca da pior forma possível, eles são cruéis, cometem barbaridades com o povo e principalmente com Holland, mas sem um vilão, o livro não tem graça não é mesmo haha.

 

O livro é brilhante, tem aventura e suspense do início ao fim. Schwab descreve com detalhes todos os mundos. As Londres e os personagens são muito bem construídos fazendo com que a gente se envolva e se sinta parte da história. Kell e Lila acaba de entrar na minha lista de personagens prediletos, um é bem diferente do outro, mas eles conseguem se completar e ir em busca de um bem comum.

 

Eu já virei fã da autora Schwab e estou louca para ler os próximos livros. Para quem gosta de livros de fantasia, com muito mistério e aventura, “Um tom mais escuro de magia” pode te dar tudo isso de forma muito divertida e te levando para viajar nas varias versões de Londres de Schwab.


Compartilhar:

Seja a primeira a comentar

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked