Saiba Tudo Sobre Casas Inteligentes

casa inteligente

Casa Inteligente – Foto: John Tekeridis/Pexels

Quando você não está em casa, pequenas dúvidas podem começar a enlouquecer sua mente. Eu desliguei a cafeteira? Eu configurei o alarme de segurança? As crianças estão fazendo o dever de casa ou assistindo televisão?

Com um “lar inteligente”, como os que estão surgindo atualmente no mercado imobiliário, você pode silenciar todas essas preocupações com uma rápida olhada no seu smartphone ou tablet. Você pode conectar os dispositivos e aparelhos em sua casa para que eles possam se comunicar uns com os outros e com você.

Qualquer dispositivo que use eletricidade pode ser colocado em sua rede doméstica e sob seu comando. Só para você ter uma ideia, há casas decoradas que podem ser gerenciadas com controle remoto, tablet ou smartphone; os aparelhos da casa “reagem” ao seu chamado.

A maioria dessas aplicações está relacionada à iluminação com pendentes ou arandelas, segurança doméstica, home theater e entretenimento, além de regulação do termostato.

A ideia de uma casa inteligente pode fazer você pensar em George Jetson e sua morada futurista, ou talvez em Bill Gates, que gastou mais de US$ 100 milhões construindo sua casa inteligente.

Até mesmo no mercado de imóveis à venda no Brasil já é possível encontrar algumas casas inteligentes em grandes metrópoles do país. Ou seja, estejamos falando de especialistas em tecnologia ou de ricos que gostam de imóveis de luxo, as casas inteligentes e a automação residencial estão se tornando cada vez mais comuns.

Muito disso se deve ao sucesso dos smartphones e tablets. Esses computadores ultraportáteis estão em toda parte e suas conexões constantes com a Internet significam que podem ser configurados para controlar uma miríade de outros dispositivos on-line. É tudo sobre a Internet das Coisas.

A Internet das Coisas é uma expressão que se refere aos objetos e produtos que são interconectados e identificáveis através de redes digitais. Esta proliferação de produtos está ficando maior e melhor a cada dia, principalmente no mercado de imóveis à venda.

Todos os componentes eletrônicos da sua casa podem se tornar uma peça para essa revolução tecnológica, desde a sua geladeira até o seu fogão. No próximo tópico, vamos dar uma olhada mais a fundo sobre as tecnologias presentes em casas assim.

Softwares e tecnologias presentes em casas inteligentes

A automação residencial tem uma longa e incerta história. Por muitos anos, as tendências tecnológicas surgiram e desapareceram, mas uma das primeiras empresas a encontrar sucesso ainda está por aí.

A gênese de muitos produtos domésticos inteligentes foi em 1975, quando uma empresa na Escócia desenvolveu o X10. O X10 permite que produtos compatíveis “conversem” entre si pelos fios elétricos existentes em uma casa.

Enquanto os dispositivos X10 ainda estão por aí, outras tecnologias surgiram para as redes domésticas. Em vez de passar pelas linhas de energia, muitos novos sistemas usam ondas de rádio para se comunicar. É assim que os sinais BlueTooth, Wi-Fi e de celular funcionam.

Duas das redes de rádio mais proeminentes em automação residencial são a ZigBee e a Z-Wave. Ambas as tecnologias são redes de malha, o que significa que há mais de uma maneira da mensagem chegar ao seu destino.

O uso de redes sem fio oferece mais flexibilidade para a colocação de dispositivos, mas, como linhas elétricas, elas podem sofrer interferências. O Insteon oferece um caminho para a sua rede doméstica se comunicar através de fios elétricos e ondas de rádio, tornando-a uma rede de malha dupla.

Se a mensagem não estiver sendo transmitida em uma plataforma, ela tentará a outra. Em vez de rotear a mensagem, um dispositivo Insteon transmitirá a mensagem e todos os dispositivos pegarão a mensagem e a transmitirão até que o comando seja executado.

Os dispositivos agem como pares, em oposição a um que serve como instigador e outro como receptor. Isso significa que quanto mais dispositivos Insteon estiverem instalados em uma rede, mais forte será a mensagem.

A seguir, daremos uma olhada nos produtos que você precisará para ter sua casa inteligente em funcionamento.

Configurando casas inteligentes

X10, Insteon, ZigBee e Z-Wave fornecem apenas a tecnologia fundamental, chamada protocolos, para comunicação doméstica inteligente. Eles criaram alianças com fabricantes de produtos eletrônicos que realmente criam os dispositivos para o usuário final. Aqui estão alguns exemplos de produtos domésticos inteligentes e suas funções.

 

  • Câmeras rastrearão o exterior de sua casa mesmo que seja escura como breu.
  • Você pode controlar um termostato da sua cama, do aeroporto ou de qualquer lugar em que o seu smartphone tenha um sinal.
  • Latas de lixo poderão “monitorar” o que você joga fora e gerar pedidos on-line para substituições.
  • Refrigeradores poderão “criar” receitas de jantar com base nos ingredientes armazenados no interior.
  • Lavadoras e secadoras enviarão alertas de mensagens de texto quando o ciclo terminar.
  • Luzes LED permitem programar cor e brilho diretamente do seu smartphone.
  • Os sensores de movimento enviarão um alerta quando houver movimento em torno de sua casa e eles poderão até mesmo identificar a diferença entre animais de estimação e ladrões.
  • A integração com smartphones permite ligar e desligar luzes e aparelhos a partir do seu dispositivo móvel.
  • Fechaduras e portas de garagem podem abrir automaticamente quando o smartphone se aproxima.
  • Alertas automáticos do seu sistema de segurança irão imediatamente para o seu smartphone, para que você saiba instantaneamente se há algum problema em casa.
  • Muitos dispositivos também vêm com servidores da Web integrados que permitem acessar suas informações on-line.

Esses produtos estão disponíveis em lojas de produtos para casa, lojas de eletrônicos ou lojas on-line. Antes de comprar, verifique qual tecnologia está associada ao produto.

Produtos que usam a mesma tecnologia devem funcionar juntos, mas podem até ser de fabricantes diferentes. Conectar um X10 e um produto Z-Wave, por exemplo, requer um dispositivo de ponte e, muitas vezes, extrema paciência e algumas habilidades técnicas de sua parte.

Se você trabalha no mercado imobiliário e está buscando terrenos para comprar pra construir casas inteligentes, você já pode começar a pensar a partir de agora alguns meios de criar o máximo possível de automação residencial.

Para começar, pode ser melhor pensar em tarefas feitas rotineiramente pelas pessoas dentro de casa e, em seguida, encontrar uma maneira de automatizá-las.

Você pode começar com um kit inicial de iluminação e adicionar dispositivos de segurança posteriormente. Se você quiser começar com um sistema mais expansivo com muitos recursos, é uma boa ideia projetar cuidadosamente como a casa funcionará, especialmente se for necessário religar ou renovar.

Além disso, você precisará posicionar estrategicamente os nós das redes sem fio para que eles tenham um bom intervalo de roteamento, daí a importância de se pensar nisso antes mesmo de optar por esses ou aqueles terrenos para comprar.

Cerca de 60% dos construtores de residências que instalaram dispositivos de automação doméstica contrataram ajuda profissional.

Se você estiver procurando por um técnico, verifique se eles têm certificação na área, o que representa que o mesmo possui proficiência na instalação, manutenção e solução de problemas de equipamentos de rede doméstica de qualquer fornecedor.

O custo de uma casa inteligente varia dependendo de quão inteligente é a casa. Se você construir a casa inteligente gradualmente, começando com um sistema de iluminação básico, pode lhe custar apenas algumas centenas de reais.

Um sistema mais sofisticado custará dezenas de milhares de reais, sendo que elementos de sistemas de home theater também podem elevar o custo da casa em cerca de 50%.

Exemplo de casa inteligente: O lar de Bill Gates

A casa do presidente da Microsoft, Bill Gates, nos arredores de Seattle, em Washington, pode ser a casa inteligente mais famosa até hoje. Todos na casa estão presos com um chip de rastreamento eletrônico.

Conforme você se move pelas salas, as luzes se acendem à sua frente e desaparecem atrás de você. Suas músicas favoritas irão acompanhá-lo por toda a casa, assim como o que você estiver assistindo na televisão.

Você pode se divertir olhando a extensa coleção eletrônica de imagens fixas de Gates, todas disponíveis sob demanda. O chip registra tudo o que você faz e faz ajustes conforme aprende suas preferências. Quando dois chips diferentes entram na mesma sala, o sistema tenta reproduzir algo que as duas pessoas gostem.

E então, para você, vale a pena gastar milhares de reais em uma casa inteligente? Compartilhe o post nas redes sociais com a sua opinião sobre o assunto.

Compartilhar:

Seja a primeira a comentar

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked