Segunda Guerra Mundial

Posts da categoria Segunda Guerra Mundial

Resenha: A Maleta da Sra. Sinclair – Louise Walters

a-maleta-da-sra-sinclair

Sinopse:   A britânica Roberta Pietrykowski adora encontrar e ler as cartas e postais perdidos em meio a edições antigas dos livros que aparecem para ser revendidos na livraria Old & New, onde trabalha. Esses pequenos pedaços da vida alheia a fazem imaginar o que pode ter acontecido aos seus donos. E é também uma carta, que ela encontra numa mala que pertencia a uma certa sra. Sinclair, escrita por seu avô, Jan Pietrykowski, que dará um novo sentido à sua vida, fazendo-a imaginar uma história diferente da que lhe foi contada sobre sua origem. Quem teria sido a dona daquela misteriosa mala? E por que ela, Roberta, teria herdado o misterioso objeto, bem como todas as lembranças guardadas nela? É o que este romance, que viaja entre 1940 e 2010, revela ao leitor. Resenha:   no livro Maleta da Sra. Sinclair  a história em dois períodos […]

Resenha: O Tatuador de Auschwitz

capa do livro - o tatuador de auschwitz

O Tatuador  de Auschwitz conta a história real de amor de Gita e Lale, judeus presos no campo de Auschwitz que acabaram se apaixonando durante a época mais sombria de suas vidas. Lale é mandado para Auschwitz-Birkenau em 23 de abril de 1942, depois de passar uns dias fazendo trabalhos braçais, Lale fica doente e quase morre, mas, com a ajuda de alguns amigos, consegue sobreviver a tifo – doença infectocontagiosa. Após isso, Lale é mandado para trabalhar como O Tatuador de Auschwitz, que nada mais é que ser responsável por tatuar  o número nos braços de prisioneiros que chegam diariamente em Auschwitz. As tatuagens precisavam ser refeitas após um período, pois iam desaparecendo do braços do prisioneiros e foi em um dia assim que Lale encontrou Gita. Ao ser transferida de Auschwitz para Birkenau, Gita precisa renovar a sua tatuagem e entre […]

Resenha: O órfão de Hitler

Livro O Órfão de Hitler - Paul Dowswell

No livro “O órfão de Hitler” o menino Piotr Bruck após perder seus pais assassinados durante a invasão soviética à Polônia, acaba sendo enviado para um orfanato. Já no orfanato Piotr e vários outros garotos são submetidos a vários exames para averiguar sua raça. Piotr era filho de pai alemão e mãe polonesa, e era um garoto loiro e de olhos azuis e acabou sendo considerada “raça pura” sendo assim aceitável pelos nazistas para viver entre o povo alemão. Piotr acaba sendo adotado pela família do professor Franz Kaltenbach, um pesquisador de ciência racial, onde seus estudos determinam quem é considerado “raça pura” ou não através da cor dos olhos, cabelos, formato do crânio e outros exames, e Piotr passa a ser chamado Peter e vai morar em Berlin. Peter passa seus dias entre a escola e na Hitler-Jugend, se […]