22 Sep , 2017

Resenha: Os filhos da tempestade

em Livros

resenha livro os filhos da tempestade

O principal motivo de eu ter escolhido o livro “Os filhos da tempestade” para ler foi que ele se passa no Triângulo das Bermudas, aquele local super misterioso onde embarcações e aviões somem sem deixar vestígio.  E para a minha sorte, o livro é maravilhoso.

A história começa lá em 1697 na cidade de Salém, alguns anos após um grande julgamento de pessoas condenadas a morte por bruxaria. Lá uma jovem chamada Carol Smith é encontrada na floresta coberta por sangue e junto a um bebê machucado, e surge novamente uma onda de medo de que a história venha a se repetir e comece uma verdadeira caça às bruxas. O inquisidor responsável por seu julgamento tentando evitar uma nova onda de histeria resolve envia-la para ser julgada no Vaticano, então Carol Smith embarca em um navio rumo à Europa, porém, para poupar sua vida ela resolve mostrar realmente quem ela é e assim acaba criando o Triângulo das Bermudas.

resumo livro - Os filhos da tempestade

resumo livro - os filhos da tempestade

Depois de todos os acontecimentos com Carol Smith a história da um grande salto e conhecemos um grupo de adolescentes brasileiros que são musicistas e estão embarcando para os Estados Unidos para participar de um evento. Todos estão muito empolgados com a viagem, principalmente Tiago, um garoto de 14 anos que é apaixonado por Cintia de 16 anos, e ele vê nessa viagem a chance de tentar ficar mais próximo dela, porém, durante o voo uma tempestade terrível acaba fazendo o avião cair e eles vão parar em uma misteriosa ilha paradisíaca, onde todos os adultos que estavam no voo chegam mortos e apenas os menores de 18 anos sobreviveram.

Ao chegar à ilha no começo eles ficam bem assustados, mas resolvem se embrenhar na floresta em busca de água e comida para que eles possam sobreviver, e lá eles conhecem Juan, um argentino que a principio teve um contato bem agressivo com o grupo de adolescentes, mas depois os ajuda a se virar na ilha e conta toda a verdade daquele lugar chamado Ilha do Diabo.

resenha livro - os filhos da tempestade

Tem tantas outras partes do livro que eu gostaria de contar aqui, mas isso faria eu soltar muitos spoilers e ninguém gosta de spoilers, né haha. O autor Rodrigo Oliveira tem uma narrativa bem fluida, o que não deixa o livro cansativo,  e sempre após desvendar um mistério, tem mais um a vista pra nós deixar intrigados. O livro é rico em detalhes, tanto dos acidentes, como dos rituais macabros, como dos romances, dando a sensação de que a gente esta vendo tudo acontecer bem de pertinho e que estamos participando de cada por do sol e só falta escolher uma arma pra entrar em batalha também.

O livro “Os filhos da tempestade” é aquele livro capaz de prender o leitor do inicio ao fim, e para nossa sorte no final tem uma deixa para um próximo livro que eu já estou ansiosa para ler haha. Eu simplesmente amei a leitura e vou recomendar para todo mundo!


Compartilhar:
15 Sep , 2017

Look do dia: vestido camisa com tênis

em Look do dia

como usar vestido jeans

Oie gente, tudo bem?

Se tem um tecido que nunca sai de moda, esse tecido é o jeans – graças a Deus haha – e esse vestido apesar de não ser jeans, tem um tecido que lembra muito o jeans, uma tendência de azul que vem desde 2016 e continua super em alta.
Quando eu ganhei esse vestido não foi amor à primeira vista, mas isso até eu experimentar. Ele além de ser muito confortável, fica lindo no corpo e bem acinturadinho graças a essa amarração na cintura.

É aquele tipo de vestido que nunca sai de moda, adoro!

óculos espelhado azul

Estou apaixonada por esse óculos. Mas devo confessar que paguei minha língua ao usa-lo, porque antigamente eu detestava óculos espelhado, mas hoje tem modelos tão lindos – principalmente esse da Livo – que eu não consigo resistir.

look com vestido jeans e tênis branco

O vestido     é todo estampado com folhas e flores, mas o tom da estampa é um azul um pouco mais claro que o tom de azul do fundo, fazendo ele ficar ainda mais delicado.

Eu adoro vestidos na modelagem camisa, ele quebra um pouco o romantismo da peça, mas sem deixar a parte feminina e delicada de lado.

Só pra variar um pouco, escolhi esse tênis branco baixinho, haha, amo combinar tudo com tênis como vocês já sabem, e essa bolsa de poá da Imaginarium     que parece pequena, mas cabe o mundo lá dentro hehe.

vestido jeans como usar

Espero que vocês tenham gostado de mais esse look.

Beijos!


Compartilhar:
11 Sep , 2017

Resenha: À primeira vista

em Livros

resenha livro - à primeira vista

O primeiro livro que eu li do David Levithan foi Will & Will, livro esse que ele escreveu em parceria com John Green e eu amei. Agora no livro “À primeira vista” eu amei ainda mais hehe.

O livro “À primeira vista” foi escrito em parceria com Nina LaCour e conta a história de dois adolescentes, Kate e Mark que acabam se encontrando por acaso em um bar na abertura da semana do Orgulho Gay de São Francisco. Kate acaba entrando no bar quando esta fugindo de Violet – uma garota por quem ela esta apaixonada, porém, ela morre de medo de conhecer pessoalmente – e se depara com Mark dançando só de cuecas em cima do bar.

Os dois estudam no mesmo colégio, mas não são amigos e no começo fica com um clima meio constrangedor para Mark, mas logo tudo muda e começa uma amizade muito forte entre os dois.

resumo livro - à primeira vista

livro à primeira vista - resumo

Mark é apaixonado por seu melhor amigo Ryan, eles até ficam às vezes, porém, Ryan ainda não se sente pronto para assumir sua homossexualidade para todo mundo e por causa disso Mark tem medo de dizer a seu amigo o quanto ele é apaixonado por ele. Mas para o azar de Mark, Ryan acaba conhecendo uma outra pessoa e ali ele vê suas chances de trocar o status de amizade para namorando ir por água abaixo.

Kate, a personagem desenvolvida por Nina me fez pensar muito em mim mesma, afinal ela é uma garota super indecisa, só não consegue ganhar de mim haha. Ela quer conhecer Violet, prima de sua melhor amiga, mais do que tudo, mas por suas inseguranças ela vive fugindo da garota, além disso ela é artista e não acredita em seus próprios trabalhos e para ajudar, ela conseguiu passar para a faculdade de artes mas não quer ir, por medo de sair de casa.

Com Mark, o personagem de Levithan, a gente aprender que nem sempre vale a pena ficar insistindo em algum relacionamento que não terá futuro, afinal, não basta uma das partes querer, mas que também não precisa jogar tudo para o alto, é valido dar a volta por cima, colocar a cabeça em ordem e se dedicar para que aquela amizade ainda viva.

livro à primeira vista - resenha

Já em Kate a gente enxerga toda a indecisão que a maioria dos jovens enfrentam tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.

Nina e Levithan levantam temas muito recorrentes na vida dos adolescentes como sexualidade, medo do futuro e de assumir compromissos, outro ponto bem legal é a forma que a história mostra como nem sempre nosso melhor amigo vai nos entender e dar apoio na hora que a gente mais precisa, mas que essa compreensão e suporte pode vir de um total estranho, pois, o estranho consegue analisar os fatos sem se envolver emocionalmente.

Quanto peguei o livro eu pensei que falaria sobre a história de um amor à primeira vista, porém, o livro se trata de amizade à primeira vista, o que também envolve muito amor e deixa o livro ser excelente.


Compartilhar:
05 Sep , 2017

Resenha: Graça e Maldição

em Livros

resenha do livro -graça e maldição

O livro “Graça e maldição” têm como protagonista River, uma adolescente que acaba de se mudar para uma pequena cidade junto com a mãe. River é muito reservada, adora ficar na companhia de seus livros e faz o possível para levar uma vida tranquila e guarda alguns segredos a sete chaves.

Ao chegar à cidade River começa a saber da fama da família Grace e ao começar a frequentar a escola ela logo fica encantada com Ferin Grace, aquele típico garoto de filme adolescente norte americano que todas as garotas do colégio querem.

A família Grace é muito rica e poderosa, e por onde ela passa deixa pessoas morrendo de inveja e admiração. Há uma história na cidade de que eles são feiticeiros e que uma maldição ronda a família, e claro, isso deixa River bem interessada no assunto.

livro graça e maldição - resenha

resumo do livro - graça e maldição

Summer é a filha caçula dos Grace, uma garota gótica que não esta nem ai para o que os outros pensam dela. Um dia do nada ela resolve aparecer na biblioteca, onde River costumava ficar lendo na hora do almoço, e a “convida” para ir até a floresta, e a partir desse momento, elas viram amigas.

No começo a personagem de River demonstra que ao contrário do resto da cidade, ela não quer deixar transparecer que ela venera os Graces, mas com o decorrer da história River se mostra bem engenhosa e sempre bolando uma maneira de se aproximar deles, principalmente Ferin, e para isso, ela conta com a ajuda de Summer, é claro!

resumo do livro graça e maldição

resumo do livro graça e maldição

Na segunda parte o livro começa a fluir de forma bem mais emocionante e cheio de surpresas, eu praticamente devorei o livro para poder saber o que ia acontecer com River e porque os Grace estavam fazendo aquilo. Apesar de eu ter começado a ler o livro esperando muitas partes falando de magia, isso acaba ficando bem superficial, o tema poderia ter sido melhor abordado, porém, terá um próximo livro e vamos manter a fé de que lá terá muita magia, afinal sou fã de Harry Potter e eu gosto desse mundo encantado haha.

A edição do livro é muito linda, ainda estou apaixonada pela capa e pelas folhas amarelas. “Graça e Maldição” é uma ótima opção para quem gosta de mistério, um pouco de magia – bem pouco mesmo hehe – e de um final com grandes reviravoltas.


Compartilhar:
31 Aug , 2017

Decor: Corredor com mural de fotos

em Decoração

Se tem uma coisa que eu amo desde criança são fotos. Além delas nos ajudar a registrar aqueles momentos importantes na nossa vida, elas são perfeitas na decoração.

Eu sempre quis fazer um cantinho em casa para colocar vários porta retratos, mas a maioria das pessoas moram em casas e apartamentos pequenos e fica difícil ter um cômodo destinado a tantas fotografias. Pesquisando na internet descobri que muita gente utiliza o corredor como um mural de fotos, além, de ficar lindo é uma ótima solução para aquela parede que provavelmente a gente não usaria para nada.

Pensando nisso, separei  algumas inspirações de murais de fotos em corredores, uma maneira prática, fácil e linda de decorar seus cantinho com momentos marcantes.

decoração com fotos

Para quem tem um corredor um pouco mais largo em casa, dá pra decorar os dois lados da parede com porta retratos e quadros sem medo de alguém ir derrubando tudo haha.

decoração com papel de parede de fotos

Uma ótima ideia para quem não tem espaço em casa mesmo, é mandar fazer um mural no estilo papel de parede. Só precisar encontrar algum lugar ai na sua cidade que faça adesivos personalizados para parede.

como fazer decoração com fotos

Um estilo que fica muito bonito é colocar suporte para quadros na parede e ir distribuindo da maneira que mais gostar.

decoração com fotos

Se você mora em uma casa que tem escadas, use esse espaço para decorar com muitas fotos. Outra ideia é escolher vários tipos de porta retrato e de fotos em camanhos diferentes e mescla-las entre coloridas e preto e branco, o resultado fica muito legal.

como decorar o corredor

Escolher uma parede colorida, como essa do corredor com paredes em azul fica lindo. Outra ideia bacana é colocar pontos de luz iluminando as fotos dá um toque todo especial.

Viu quantas ideias legais de como decorar seu corredor com fotos. Agora basta escolher seu predileto e mãos na massa.

Beijos


Compartilhar: